Acompanhe aqui os fatos mais relevantes sobre a área de recursos humanos em saúde.

Defesa de tese: A formação do enfermeiro e a ampliação do escopo de prática na Atenção Básica no Brasil - 06/04/2017, às ...
Data: 29/3/2017

No dia 06 de abril, a aluna de doutorado em Saúde Coletiva do IMS/UERJ, Carinne Magnago, realizará a defesa da sua tese, intitulada “A formação do enfermeiro e a ampliação do escopo de prática na Atenção Básica no Brasil".

Veja todas as informações:

Local: Auditório do Instituto de Medicina Social da UERJ (IMS/UERJ) - Rua São Francisco Xavier, 524, 6º andar – Maracanã
Horário: 14 horas 
Orientadora: Prof.ª Dra. Celia Regina Pierantoni - IMS/UERJ
Coorientadora: Prof.ª Dra. Cristiana Leite Carvalho - PUC Minas

Importante: a defesa será transmitida em tempo real pelo canal do IMS Comunica no YouTube, a partir das 14h. O link é: https://m.youtube.com/results?search_query=IMS+COMUNICA

Banca:
Titulares:
Prof. Dr. Cid Manso de Mello Vianna – IMS/UERJ
Profª. Drª. Ana Luiza d Ávila Viana – USP
Profª Drª Ana Luiza Stiebler Vieira – ENSP
Profª Drª. Ana Lúcia Abrahão– UFF

Suplentes:
Profª Drª. Márcia Silveira Ney - IMS/UERJ
Profa. Drª. Andrea Cardoso de Souza - UFF

Trecho do resumo:

"A expansão da Atenção Primária à Saúde (APS) no Brasil tem se restringido em razão da escassez e má distribuição de médicos, especialmente em regiões menos desenvolvidas. Como uma das estratégias de enfrentamento a esse cenário, estuda-se implementar o enfermeiro de práticas avançadas (EPA) de APS, a exemplo de experiências internacionais que já fornecem evidências de que a incorporação de práticas médicas por enfermeiros resulta em cuidados qualificados equivalentes ou mais eficazes que os empreendidos pelos médicos. Essa implantação deve ser precedida de um diagnóstico da formação do enfermeiro a fim de identificar sua aderência às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS) e avaliar se as competências que dele resultam são suficientes para a prática avançada de enfermagem. Este estudo intentou comprovar a tese de que a formação de enfermeiros, em nível da graduação, não permite a ampliação de seu escopo de prática na APS, mediante incorporação de atividades médicas."

 



Prêmio de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação para o SUS - inscrições até 06/09!... https://t.co/i8c6jqj9Qx
Debate da reformulação da PNAB extrapola as entidades e reforça a importância da APS para o país... https://t.co/scLBeB6ZJP
Já estão disponíveis os Anais do 3º Congresso de Política, Planejamento e Gestão em Saúde! O documento traz a... https://t.co/UCsgRnL0Zk
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013