O ObservaRH realiza pesquisas em todas as áreas da saúde. Para consultar, selecione uma das categorias abaixo:

Abordagem da Atenção Básica nos cursos de graduação em medicina: o panorama do estado do Rio de Janeiro

Download
Compartilhe

Tipo: Mestrado

Autora: Vieira, Swheelen de Paula

Orientadora: Profª Drª Celia Regina Pierantoni

Resumo: A presente pesquisa tem por objetivo analisar o contexto atual dos cursos de graduação em medicina no estado do Rio de Janeiro para a atuação na Atenção Básica em Saúde. Trata-se de uma pesquisa exploratória de investigação narrativa e abordagem qualitativa, tendo como campo de pesquisa, o estado do Rio de Janeiro. A população alvo do estudo foi composta por egressos de cursos de medicina de instituições de ensino localizadas no estado do Rio de Janeiro que optaram pela formação e atuação na Atenção Básica. Tratou-se de amostragem proposital, intencional ou deliberada. A presente pesquisa foi constituída por duas fases, sendo uma primeira etapa de análise documental de currículos e projetos pedagógicos e uma segunda fase, que foi caracterizada por entrevistas. As entrevistas foram tratadas por estatística descritiva para compor a discussão. Os resultados apontaram para a frágil contribuição da graduação em medicina para a sensibilização dos futuros médicos quanto à escolha e atuação futura na atenção básica. Com relação à adequação das estratégias adotadas para a reorientação da formação de médicos no país com vistas à atenção básica, 60% dos participantes considerou que estas não são adequadas ou não impactam a formação. Observou-se também, que dentre os aspectos levantados como fatores facilitadores, foi bastante marcada a relevância da Medicina de Família e Comunidade (MFC) e sua abordagem na graduação, a integração entre serviço, instituição de ensino e comunidade, fortalecimento das disciplinas que abordam a atenção básica e estímulo à residência em MFC. Apesar desse cenário complexo, algumas experiências tem sido narradas, onde algumas escolas de medicina tem apostado em estratégias e até mudanças pedagógicas e metodológicas para mudança desse quadro. Cabe ainda mencionar a necessidade de se realizar novas pesquisas, mais abrangentes, no campo da formação, de modo a ampliar esta análise e contribuir para o debate.


Palavras-chaves: Atenção básica em saúde. Educação médica. Currículo.


Download
Compartilhe



Prêmio de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação para o SUS - inscrições até 06/09!... https://t.co/i8c6jqj9Qx
Debate da reformulação da PNAB extrapola as entidades e reforça a importância da APS para o país... https://t.co/scLBeB6ZJP
Já estão disponíveis os Anais do 3º Congresso de Política, Planejamento e Gestão em Saúde! O documento traz a... https://t.co/UCsgRnL0Zk
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013