O ObservaRH realiza pesquisas em todas as áreas da saúde. Para consultar, selecione uma das categorias abaixo:

Flexibilização das relações de trabalho em saúde: um relato de experiência

Download
Compartilhe

Tipo: Mestrado

Autor: Seidl, Helena.
 
Orientador: Celia Regina Pierantoni
 
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2002. 102 p. tab.
 
Resumo: A análise das políticas de recursos humanos em saúde no Brasil demonstra que essas passaram de uma discussäo pela garantia de direitos "igualitarista" para uma discussäo que exige que o administrador público encare e administre as conseqüências da existência de profissionais de diferentes vínculos, com remunerações diferentes, uns com direitos trabalhistas outros näo, convivendo e desenvolvendo trabalhos iguais, de igual responsabilidade, no mesmo tempo e espaço. Este trabalho examina a existência de múltiplos vínculos em uma unidade pública de saúde. Foi realizado um estudo de caso e os resultados trouxeram pontos para a discussäo de políticas de recursos humanos para o Sistema Único de Saúde. Entre estes se destaca a discussäo sobre estabilidade e flexibilidade, incluindo a necessidade de definição de formas de contrataçäo que garantam os direitos mínimos do trabalhador, o estabelecimento de uma política salarial e uma política de desenvolvimento que garanta a permanência das pessoas nos seus locais de trabalho.

Download
Compartilhe



Prof. Mario Dal Poz entrevistado pelo Jornal do Cremerj sobre estudo da migração interna de médicos formados no Bra… https://t.co/3wda5RPXKV
Dia 29/06, na próxima semana, acontece o Seminário Preparatório para o Abrascão 2018 "Direito ao Desenvolvimento, à… https://t.co/asd0O5SbgQ
A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e instituiçõ… https://t.co/DDPZUNPwGq
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013